Psicanálise e Psicologia

  • Psicologia e Psicanálise

    A Psicanálise e a Psicologia ocupam-se dos aspectos que dizem respeito à estruturação subjetiva, isto é, de como e em que medida uma criança pode vir a constituir-se como sujeito, cujo desejo singular permitirá que se aproprie do seu corpo e de suas funçõ.es, podendo, a partir daí, desenvolver habilidades instrumentais (fala, aprendizagem, motricidade, etc.) no rumo de tudo que lhe seja significativo.
    Este processo de estruturação psíquica é constituinte do ser humano e ocorre, ainda que com risco de distúrbios, independentemente da existência de lesões ou doenças em seu organismo. Para melhor enfrentar os transtornos que possam surgir durante o desenvolvimento infantil e que frequentemente se manifestam em mais de uma das produçõ.es da criança, o trabalho psíquico se insere na clínica interdisciplinar, como o elemento que garante que a atenção de todas as áreas envolvidas num tratamento estejam voltada para aquele pequeno sujeito desejante que deverá ser o senhor de todas as suas habilidades instrumentais.
    Esse tipo de intervenção, portanto aborda os modos de relacionamento do sujeito com o Outro, sua significação e sua ressignificação, tanto no âmbito de seu meio familiar como em seu espaço de circulação social.